24 de fevereiro de 2016

John Playfair e James Hutton os "pais da geologia"

John Playfair
O geólogo escocês John Playfair (1748-1819) em 1802 publicou seu célebre livro Illustrations of the Huttonian thoery of Earth [Ilustrações da teoria da Terra huttoniana] (1802). O conteúdo do livro foi desenvolvido a partir dos artigos de seu amigo James Hutton (1726-1797).  
Hutton escreveu longos artigos sobre “A teoria da Terra” no ano de 1785 a 1788. Os artigos foram lidos na Royal Society de Edimburgo. Entretanto, estes artigos não chamaram a atenção dos cientistas, pois os textos eram muito difíceis de assimilar. Após sua morte, Playfair que andava com ele e sabia tudo que Hutton queria dizer, reescreveu resumidamente os seus artigos de uma forma compreensível, diferente do original e publicou no ano de 1802, precisamente cinco anos após a morte do seu Hutton.
James Hutton
A teoria da Terra difundida por Hutton e Playfair consiste que a Terra é um corpo em mudança, em que as rochas e os solos antigos sofreram erosões e os produtos dessa erosão são transportados pelas linhas de água até aos oceanos onde se depositam formando novos sedimentos estratificados que se consolidam e dão origem as rochas, as quais podem elevar-se e assim dar lugar a um novo processo de erosão.
Hutton afirmou, num texto de 1788 sobre a idade da Terra, que, de acordo com investigações realizadas, não se encontram vestígios de um princípio nem perspectivas de um fim. Ou seja, a idade da Terra era muito maior do que se acreditavam na época, defrontando os relatos bíblicos. Hutton atualmente é considerado o “pai da geologia”.

Os trabalhos de Hutton e Playfair posteriormente chamaram a atenção do também escocês Charles Lyell (1797-1875), que por sua vez influenciou fortemente as ideias do Charles Darwin.




Fonte:
PIDWIRNY, M. (2006). "Concept of Uniformitarianism". Fundamentals of Physical Geography, 2nd Edition. Date Viewed. 2006. Disponível em:<http://www.physicalgeography.net/fundamentals/10c.html> Acesso em 24 de fevereiro de 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário